Início > Formula1 > Singapura: Qualifying

Singapura: Qualifying

Duas poles consecutivas de Alonso

A Ferrari está de volta, mais que isso, Fernando Alonso está conseguindo ótimas voltas no Q3.

Já Vettel, que por diversas vezes se utilizava de apenas uma tentativa no Q3, não conseguiu encaixar a volta que queria, ficando com a segunda colocação, de certo modo, inesperada.

Lewis Hamilton, mostrou mais uma vez que é o homem forte da McLaren. Button vem logo em seguida, mas quase 4 décimos atrás.

Apesar do aparente favoritismo de RBR/Vettel durante os treinos livres, na hora que valia algo tanto Ferrari quanto McLaren mostraram que tem condições de brigar pela vitória.

Enquanto Webber parece ter dificuldades em andar rápido, Felipe Massa nem teve chance. Ainda no Q1 sua participação foi abreviada por um problema no sistema elétrico de sua Ferrari.

Quem surpreendeu positivamente foi Rubens Barrichello, com uma fantástica 6ª posição. Superado por seu companheiro no Q1, Rubinho não dava impressão de que chegaria ao Q3. Não só chegou, como conseguiu ficar à frente de Kubica, Rosberg e Schumacher.

Nick Heidfeld, o “estreiante” do dia, não se acostumou com os detalhes da sua Sauber e ficou praticamente 1 segundo atrás de Kobayashi no Q2. Compreensível.

Quem quase roubou a vaga de Kobayashi no Q3 foi Jaime Alguersuari, performance impressionante do jovem espanhol.

Negativamente, Petrov ficou mais uma vez a 1 segundo de Kubica. É verdade que não conhecia a pista, mas é o piloto mais acostumado a ser superado por tal margem.

A foto

A foto que ilustra este post me deixou feliz. São 3 pilotos que começaram cedo. De fato, temos o mais jovem campeão, o mais jovem a vencer um GP e um que quase conseguiu ser campeão em seu primeiro ano.

Mais que isso, são estrelas.

Se depois de a década de 80, com grandes disputas e grandes estrelas, chegamos à metade da década de 90 e dos anos 2000 com domínio de Michael Schumacher, agora podemos novamente dividir nossa atenção, nossa admiração.

São três pilotos em equipes diferentes, todos com condições de disputar o título. Superando o fantasma de 1 piloto dominando a categoria, acho que podemos – mesmo com Schumacher na pista – ficar tranqüilos, por algum tempo.

Categorias:Formula1
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s