Início > Formula1 > Intocáveis?

Intocáveis?

Apesar do que a tabela de classificação nos mostra, a equipe a ser batida é a Red Bull.

É interessante como as espectativas dessa temporada estão fixadas em Ferrari e Red Bull.

A McLaren desenvolveu um sistema completamente inovador, e provavelmente eficaz, além de não ter problemas de confiabilidade no carro. É líder dos dois campeonatos e já conta com 2 vitórias. Tem pilotos bons e complementares, o que ajuda a “cobrir” qualquer estratégia durante as corridas. Mas ainda falta algo, a equipe de Woking ainda precisa um pouco mais de velocidade.

A Ferrari teve um bom começo, no Bahrain. Demonstrou ótimo rítmo de prova com pneus macios. Fez dobradinha no deserto, mas teve problemas com motor, o que pode ter sido resolvido*. Felipe Massa teve dificuldade em aquecer seus pneus à temperatura ideal. A ultrapassagem de Alonso sobre Massa na entrada dos boxes na China pode ter inflamado a relação entre os dois pilotos. Mas ainda assim, a Ferrari carrega altas espectativas. Muitos apontam Alonso como tri-campeão no final do ano. E vêm para Barcelona com um F-Duct experimental, que apresenta fluxo de ar, também, próximo à luz de chuva (provavelmente uma tentativa de aumentar eficiência do difusor).

A equipe a ser batida, Red Bull, é a prova da velocidade. Foram 4 poles em 4 corridas, sem surpresa se neste sábado mudar para 5 em 5. A aparente falta de confiabilidade das primeiras corrida, no carro de Vettel, hoje já não preocupa tanto. O engenheiro projetista, Adrian Newey, conseguiu transformar a jovem equipe em favorita (obviamente não foi só ele). Mas ainda falta à Red Bull a experiência das equipes grandes, acostumadas em disputar o título. Christian Horner, Team Principal da equipe confessou: “Se soubesse de tudo que sabemos(hoje) no ano passado, teríamos sido campeões”. O carro é rápido e os pilotos também.

Fernando Alonso, quando perguntado se Red Bull é intocável:

“Considerando o que eles nos mostraram no segundo practice, sim.” “Eles têm sido muito, muito rápidos e é dificil para nós “mirar” nesses tempos.” “Então, dedos cruzados para que possamos encontrar algo em nosso carro que nos deixe mais próximos deles.”

Mesmo assim, ele confessa que precisariam de um erro de set-up por parte de Vettel e Webber.

“Em condições normais nós sabemos que será muito difícil vencê-los neste final de semana.”

A mim soa como exagero as palavras de Alonso, tentando transferir a responsabilidade para a equipe adversária. Todavia, o fato de Horner admitir que estão à frente dos rivais serve para corroborar a opinião do piloto que corre em casa.

Eu acho que o favoritismo da Red Bull não é tão grande. A vantagem sobre os rivais só poderá ser testada sábado no qualifying, mas o practice 3 já pode dar boas dicas.

*- Ferrari conseguiu autorização para alterar seu propulsor, fez as mudanças que julgava necessárias. Entretanto, confessaram que não encontraram o motivo real do problema, o que me leva a crer que estão “tratando dos sintomas” e não do problema. Ainda assim, é provavel que tenham êxito.

Categorias:Formula1
  1. 07/05/2010 às 17:47

    A Red Bull é quase um monstro. Incrível a evolução da equipe. Estou curioso para ver o desempenho da Mercedes na classificação. Gostei do que vi hoje.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s