Início > Formula1 > “Why so serious?”

“Why so serious?”

A Red Bull chegou à Formula1 em 2005, trazendo um novo estilo de vida à categoria. Seu chefe já tinha ganhado alguns milhões vendendo energético para “tipos atletas”, e parecia que se preocupava mais com a imagem de cool da equipe do que com resultados. Criaram o Red Bulletin, uma espécie de folheto impresso a cada GP que tirava sarro com quem desse o menor motivo possível.

Mas quem achava que a equipe do magnata austríaco estava na F1 só pra aparecer, se enganou. Desde o princípio foi investida uma quantidade substancial de dinheiro, e bem investido diga-se de passagem. Apostaram em profissionais com experiência e competentes, refletido até mesmo em sua dupla de pilotos da época.

Com auxílio da sua segunda equipe, Toro Rosso, souberam tirar o jovem talento alemão Seb Ffééttel das garras da também alemã BMW, de quem era piloto de testes até o final de 2006.

Porém, de uma hora pra outra, toda aquela descontração cool parece ter deixado a equipe. Pura coincidência, com certeza, que essa “quase despreocupação” tenha começado a sumir após a equipe entrar de mala e cuia na briga pelo título, em 2009. Como se segue em 2010, os touros vermelhos aparentam ter condições de brigar pelo título, e o que se vê em seu box é seriedade pura.

O que se salva na equipe é sua dupla de pilotos (e o marketing é claro), com o aussie (ozzy também vale?) Mark Webber e principalmente Sebastian Vettel. Mesmo assim, os dois parecem muito mais sérios que ano passado.

Aproveitando o gancho, detalhes bacanas do capacete do alemão que pilota a “Liz luxuriosa”.

Pitstops

Com a proibição do reabastecimento, o tempo dos pitstops são determinados pela troca de pneus. Todas as equipes treinaram muito durante a pré-temporada, fizeram projeções de tempos impressionantes. Merdeces espera fazer a troca em menos de 3 segundos, Ferrari diz que a meta é 2 segundos. Esses tempos, creio, sejam em condições ideais e ai entra um fator muito importante. A parada.

Os mecânicos precisam que o piloto pare o carro no exato lugar que estão esperando, a diferença dos tempos entre companheiros de equipe pode vir deste quesito. O melhor pitstop no Bahrain foi da Red Bull, com a “luscious Liz“.

Bônus

Recuperando-se de uma queda num fosso de elevador, a lenda octagenária Sir Stirling Moss realizou um de seus sonhos, adquiriu um Porsche RS61 Spyder de 1961. Só foram feitas 14 unidades deste modelo. O lorde inglês pagou U$ 1,7 milhões por seu exemplar.

Bônus2: Burti sobre rodas da Ferrari, na Rádio Bastidor

  1. KBK
    29/03/2010 às 3:04

    Zeltweg? A1-Ring AKA Österreichring? Realmente não lembrava, mas acho que já tinha ouvido sobre isso.
    Pesquisei um pouco agora e parece que eles só tem a DTM como possível cliente. Sem chances de F1 e MotoGP…

    O suíço Peter Sauber com certeza é um homem admirável.

  2. 28/03/2010 às 22:53

    A Red Bull apareceu na Formula 1 em 1995, como patrocinadora da Sauber, e ficaram por lá até 2004, numa parceria que é tipica do pessoal que fica na equipa de Peter Sauber: muito longa.

    Pouca gente sabe, mas o primeiro piloto que eles patrocinaram foi o Gerhard Berger, não sei se no tempo da Ferrari ou da McLaren, mas foi. Depois foi a explosão que todos nós sabemos, do Dieter Materschitz, que é agora o homem mais rico da Austria. E é dono, pasmem-se, de Zeltweg.

  3. KBK
    26/03/2010 às 23:26

    Haha! Diniz né…confesso que não sabia que ele nunca venceu uma prova.
    Não sabia que a Red Bull havia patrocinado eles há tanto tempo…que locura.
    Abraço

  4. Marco
    26/03/2010 às 21:44

    Olá KBK .
    Olha , aquela questão do patrocínio da Red Bull com a Sauber , tem fundamento sim , a minha incerteza virou certeza .
    A Red Bull patrocinou a Sauber em 1993 e os pilotos : Mika Salo e … tchan tchan tchaaaann … foi o piloto brasileiro que nunca ganhou uma corrida se quer na vida e , em todas as categorias que passou .
    O pai e o tio que já foram pilotos aqui no Brasil , eram bem melhores do que ele .
    Seu nome ? Pedro Paulo Diniz !
    Abraços .

  5. 25/03/2010 às 14:10

    Opa KBK, pode colocar meu link no seu blogroll? Já adicionei o seu link lá no meu.

    Aproveita para olhar meus carros. Acredito que algum pode lhe interessar.

  6. KBK
    24/03/2010 às 20:43

    O chefão é Dietrich Mateschitz, quase um palavrão..ehehe
    Com certeza um vencedor. Provavelmente pela sua visão diferenciada do mundo. Que outra empresa consegue patrocinar a quantidade de esportes que a Red Bull patrocina?
    Corrida aérea, motocross, nascar, diversos esportes radicais, rallys e até mesmo desenvolvimento de tecnologia, como carro sem piloto (utilizando processamento de imagens para se guiar).

    Pra falar a verdade, não lembro desse patrocínio à Sauber não, vou pesquisar.

    O capacete do Vettel achei genial…até os ingredientes tem ali!

    Pra quem entende inglês, aqui o post que me inspirou, até roubei a charge:Jamie and Dunca F1 Blog

  7. Marco
    24/03/2010 às 20:27

    KBK , parece que a ” bricadeira ” começou com um patrocínio na Sauber não foi ?
    Aí ” O Red Bull ” ( não sei o nome do cara ) comprou a Jaguar que antes era Stewart !
    E não vieram pra brincadeira não , como bem lembras , pois , logo na sua primeira temporada surpreendeu muita gente com boas colocação , e um resultado final brilhante para uma equipe ‘ estreante ” na categoria .
    Depois , a equipe só veio crescendo de forma espetacular , com pódios , vitórias e boas colocações no campeonato de construtores .
    Com a contratação do Vettel então , a equipe se tranformou numa das melhores da categoria , provando que esse autríaco ” Red Bull ” ( porras como é o nome desse cara ? ) não está de brincadeira não .
    Literalmente esse sujeito é um vencedor e , um dia vai levar todos os títulos da F1 , é só dar tempo ao tempo .

    Pô , não sabia que o capacete do Vettel tinha esses detalhes da latinha , KBK , genial .

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s